Compras online: como deixar o seu e-commerce mais seguro?

4 minutos para ler

Não dá para gerenciar um e-commerce sem priorizar a segurança, afinal, os clientes mais exigentes analisam muito uma página ou app antes de inserir qualquer tipo de dados pessoais. Essa busca por mais segurança não é por acaso, afinal, com um número crescente de pessoas comprando de forma remota, cresce também o interesse dos criminosos virtuais nesse tipo de plataforma.

Investir em selos certificadores de segurança, em servidores robustos e publicar as práticas da empresa, pode fazer com que o cliente se sinta mais confortável na hora de fazer negócios com sua empresa, finalizando a compra.

Para ajudar a montar seu e-commerce protegido, neste post, trazemos dicas valiosas para garantir a segurança das compras online de seus clientes. Confira

Adquira um VPS — Servidor Virtual Privado

Para as empresas consolidadas, que recebem um grande número de visitantes em seu e-commerce, uma boa alternativa para ter um maior controle sobre as configurações e escalabilidade de recursos é com a aquisição de um servidor dedicado virtual — um VPS.

Assim, a empresa passa a ter um ambiente isolado e completo, exclusivamente para seu site, podendo controlar com mais autonomia os recursos de desempenho e segurança, além de poder implementar elementos de firewall e segurança de redes personalizados. 

Adote os certificados de segurança 

A utilização dos certificados SSL não é mais um diferencial, mas uma obrigação para que os sites sejam exibidos nos navegadores sem restrições ou telas de bloqueios. Esse certificado indica que as informações trocadas entre o cliente e o servidor serão criptografadas, ou seja, caso sejam interceptadas no caminho não poderão ser identificadas. 

Desta maneira, o cliente sabe que pode enviar dados sensíveis, como números de cartão, conta bancária, CPF, entre outras, necessárias para finalizar sua compra com mais segurança e confiabilidade.

Invista em selos de confiabilidade

A utilização dos selos de confiabilidade é importante, pois estão vinculados a empresas que adotam as melhores práticas de segurança, como criptografia de dados, utilização de meios de pagamentos seguros e monitoramento contra ataques. Essas ações são executadas e certificadas por instituições especializadas, que garantem para o cliente que ele pode fazer suas compras com mais segurança. 

É importante exibir esses selos em locais estratégicos para que o cliente saiba, desde o princípio, que está em um site seguro. Uma boa opção é colocar no rodapé do site, na página do produto e na área de contatos.

Atualize seu CMS e plugins

Para quem utiliza os CMS como plataforma base para o desenvolvimento e gerenciamento de seu e-commerce, manter as plataformas atualizadas é fundamental para a segurança. 

Os plugins do WordPress e do Magento, por exemplo, passam por melhorias constantes de segurança, corrigindo várias brechas e riscos que podem ser utilizados pelos hackers como oportunidade. Além disso, as atualizações também atuam na melhoria do desempenho oferecendo uma navegação mais agradável para o cliente. 

Neste post, vimos 4 maneiras de tornar as compras online de seus clientes mais seguras, com as principais medidas para proteger seu e-commerce. Direcionar parte de seu orçamento para a segurança, não deve ser encarado com um custo adicional, mas com um investimento, afinal, além de garantir a segurança e desempenho de seu e-commerce, a boa reputação de sua empresa servirá como diferencial na hora do cliente definir onde vai inserir seus dados para efetuar sua compra.

Gostou do post? Então, siga a gente nas redes sociais e fique por dentro de nossas novidades e promoções. Estamos no Instagram, Facebook,Youtube e LinkedIn.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.